A previsibilidade de vendas é um recurso chave na gestão do varejo. A partir dela, determinamos questões essenciais – das mais simples às mais complexas. Definir o tamanho do estoque, por exemplo, depende muito de uma ideia realista sobre o volume de vendas. Da mesma forma, na decisão sobre os mais variados investimentos, esse forecast é determinante. 

Em síntese, a previsibilidade de vendas se traduz em previsibilidade de fluxo de caixa. Portanto, seu peso é considerável na hora de ajustar o valor a investir, o momento ideal etc. Dessa forma,  trata-se de um dado indispensável, seja seu objetivo expandir uma rede de lojas, melhorar a operação logística ou qualquer outro.

Mas chegar a uma previsão de vendas segura é um desafio para a maioria dos varejistas. Geralmente, ela se baseia em três fatores: tendências de mercado, status do pipeline de vendas atual e dados históricos. A partir do cruzamento de informações destas fontes, é possível estimar qual será a quantidade de vendas num dado período. 

Previsibilidade de vendas vs. meta de vendas

Tal previsão deve ser encarada pela equipe como uma diretriz importante para orientar as atividades. Só que todos devem ter em mente que trata-se de uma projeção sujeita a circunstâncias. Dessa forma, ela pode orientar na definição da meta, mas não a determina. O ponto diferencial entre as duas, aliás, está, praticamente, implícito em seus conceitos.

A meta de vendas é o quanto você pretende vender. A previsão de vendas, por outro lado, faz uma estimativa do que deve acontecer numa trajetória natural. Em outras palavras, ela desconsidera qualquer iniciativa que vise vender mais. Afinal, como já falamos, ela se baseia nas tendências do mercado, nas vendas atuais e nos dados históricos.

Olhar atentamente o passado e o presente é dar o primeiro passo em direção ao futuro. Assim sendo, a previsibilidade de vendas é uma das bases na definição da meta para um período determinado. Um equívoco aqui pode levar a prejuízos consideráveis. Portanto, para prever as vendas futuras com sucesso, é imprescindível contar com capacidade analítica e dados de qualidade.

Previsibilidade de vendas nas mãos certas

A eficiência na análise de dados depende de habilidades técnicas e humanas. Conhecimentos relacionados a comportamento do consumidor e ciência de dados, entre outros, têm grande peso. Contudo, por mais expert que uma equipe seja, o cuidado com algumas características pessoais faz a diferença.

Empatia e habilidade para conectar pontos são características que não podem faltar a quem atua em análise de dados. Ao selecionar seu time, você precisa ficar atento a isso. Lembre-se, ainda, da importância da diversidade. Reunir um grupo de colaboradores tão diverso quanto seu público vai garantir diferentes pontos de vista. Isso, sem dúvida, não muda a previsibilidade de vendas, mas enriquece os insights a partir dela.

Tudo começa nos dados

Para a previsibilidade de vendas atingir o máximo de segurança, a base de dados tem que ser robusta. O histórico precisa ser acessível e de fácil compreensão. Para que isso se concretize, antes de mais nada, o registro da operação tem que ser contínuo. É aí que a MpontoM pode te ajudar.

Conectado ao sistema de automação comercial, o Margem acompanha as vendas ininterruptamente. Ele atualiza os dados em intervalos de minutos, e você pode checar as vendas realizadas a cada hora, dia, mês e ano. Além disso, ele monitora uma série de indicadores, o que ajuda a compreender o contexto e contribui na hora de determinar a previsibilidade de vendas. A partir daí, você terá meios para ser mais assertivo em suas estimativas e planejar com o respaldo de uma base segura. Converse com nossa equipe. Vamos te mostrar como contar com uma solução de gestão como o Margem pode levar sua empresa além.