Conhecer o cliente, saber o que ele pensa e deseja deixou de ser um privilégio de grandes empresas. Os custos caíram graças a soluções digitais criadas nos últimos anos – de formulários a ferramentas totalmente dedicadas a pesquisas. Estas, a exemplo do Oppinar, não apenas servem de plataforma para os estudos como calculam seus resultados. 

Sem dúvida, tais soluções facilitam o lançamento de um questionário e seu disparo para um grande número de pessoas. Só que, o desenvolvimento de um estudo desses in house trará retorno para a empresa apenas se a ferramenta utilizada for abastecida da forma certa. Por isso, vamos trazer algumas dicas de pesquisa que vão te ajudar a tirar melhor proveito do Oppinar:

O papel da intuição
A questão a ser resolvida
Perguntas do questionário
Tipos de respostas
Análise de resultados

Largada para as dicas de pesquisa 

A importância da pesquisa na condução de um negócio não é novidade. Kotler deixa sua relevância explícita desde seus primeiros escritos. Suas contribuições ficam claras tanto na elaboração como na realização de projetos. Assim, ela caminha lado a lado com o planejamento estratégico da empresa, servindo como apoio e oferecendo subsídios para decisões.

Por exemplo, recentemente, falamos que a sustentabilidade no varejo é uma questão estratégica. Para executar ações que gerem resultados positivos nesse sentido, é fundamental basear o desenvolvimento de cada uma das iniciativas na direção daquilo que o cliente valoriza, algo que você só pode, realmente, saber se perguntar a ele. Por melhor que seja sua intuição, ela não traz a segurança de que seu negócio precisa. 

O passo inicial no uso de pesquisas é aceitar que os cenários podem ser bem diferentes daquilo que você imagina. Por isso, é primordial perguntar o que for necessário aos clientes e aceitar suas respostas

Mais que uma de nossas dicas, temos aqui um pré-requisito essencial para que a adoção de pesquisas como ferramenta de gestão traga retorno. Vamos lidar com dados. São novos paradigmas, e isso, afinal, exige uma nova mentalidade

“A opinião do cliente é peça fundamental na construção de um negócio de sucesso.”
Marcos Miranda, fundador da MpontoM

Qual é a questão?

A pesquisa é, sobretudo, um recurso para orientar decisões. Assim sendo, é essencial que as perguntas sejam focadas naquilo que pode nortear os gestores na definição das melhores opções para o negócio.

A fim de garantir que você terá as informações de que precisa na conclusão do processo, transforme o problema em pergunta. Por exemplo, “Meu aplicativo de compras atende meus clientes adequadamente?”. Dessa forma, você garante objetividade e foco na elaboração das questões que vão compor o estudo. Tenha sempre em vista evitar desvios de atenção com perguntas não relacionadas à decisão que pretende tomar.

Recorra a sua pergunta ao longo da confecção do questionário. Depois que ele estiver pronto, verifique se todas as questões ajudam a formar o conjunto de dados necessários para respondê-la. 

Em síntese, essas dicas de pesquisa são os pontos fundamentais na preparação para um projeto desse tipo. Eles trazem uma base para realizar o estudo, permitindo que toda potencialidade do Oppinar seja alcançada. Quando estiver preparado para adotar uma mentalidade mais objetiva e tiver firmado a pergunta que vai guiar a pesquisa, você poderá partir para as etapas seguintes – questionário (perguntas e respostas) e análise -, mas vamos deixar isso para o próximo post.